Teresa Duarte Reis edita livro juvenil

Literatura - Capeia Arraiana (orelha)

«Mistério na Serra da Estrela» é o título do mais recente livro juvenil da escritora Teresa Duarte Reis. O lançamento está marcado para sábado, 29 de Novembro, na Pousada da Serra da Estrela na Covilhã.

Mistério na Serra da Estrela - Teresa Duarte Reis - Capeia Arraiana

Mistério na Serra da Estrela – Teresa Duarte Reis

A Pousada da Serra da Estrela, antigo Sanatório das Penhas da Saúde, é o local escolhido pela escritora Teresa Duarte Reis para o lançamento do seu mais recente livro juvenil «Mistério na Serra da Estrela». A obra é publicada pela Editora Paula Oz e a cerimónia está marcada para as 15:00 horas de sábado, 29 de Novembro.
No prefácio à obra assinado por Maria da Graça Sardinha pode ler-se:
«A Serra da Estrela não divide, concentra, como refere Miguel Torga quando a esta se refere como fonte de uma riqueza incontornável e de onde tudo brota. Há rios na Beira? Descem da Estrela. Há queijo na Beira? Faz-se na Estrela. Há roupa na Beira? Tece-se na Estrela. Há vento na Beira? Sopra-o a Estrela. Há energia eléctrica na Beira? Gera-se na Estrela. Tudo se cria nela, tudo mergulha as raízes no seu largo e materno seio. Ela comanda, bafeja, castiga e redime (…) Quente e desanuviada, a vida à sua volta abrolha e floresce.
E, deste modo surgiram, nesta obra de Teresa Reis, lendas, mitos, contos que, interconectando-se com códigos culturais desta Beira Interior, ligados a estímulos sonoros típicos da montanha, onde as vozes das personagens, o ritmo que imprimiram à ação, as melodias, as entoações e os movimentos recriados a partir de brincadeiras e de memórias deram voz a uma espécie de magma configurado num verdadeiro processo de comunicação literária, espelhados em narrativas, cujo fio condutor permite uma eficaz compreensão das mesmas.
A panóplia de textos aqui apresentados concedem ao leitor abordagens de outros níveis que, interagindo com textos mais complexos, mantêm estreitas relações com o lúdico e a ludicidade, com o estranhamento e a surpresa, desenvolvendo e aprofundando, assim, os seus quadros de referência intertextuais, permitindo-lhe entender outros modos de falar, de ser e de agir.»

Teresa Duarte Reis, natural de Unhais da Serra, é casada com Joaquim Reis (natural de Aldeia de Santo António), colabora regularmente com o Capeia Arraiana e é confreira da Confraria do Bucho Raiano do Sabugal.
jcl

Deixar uma resposta