Nossa Senhora do Jesus Rapaz

Manuel Leal Freire - © Capeia Arraiana

Manuel Leal Freire brinda-nos com uma sequência de sonetos alusivos às mil e uma invocações de Nossa Senhora nas terras da Beira Côa. Em cada semana, ao domingo, a poesia do bismulense de pena firme e de memória prodigiosa deslumbra-nos com a exortação aos nossos inúmeros santuários marianos.

Nossa Senhora do Jesus Rapaz

Nossa Senhora do Jesus Rapaz

NOSSA SENHORA DO JESUS RAPAZ

Aos doze anos seu saber profundo
Contraverteu os guardiões da lei
Por mais dezoito ignorou o mundo
Como se fora um galileu da grei

Vivendo com José e Sua Mãe
Num santo lar em labor fecundo
Ninguém diria estar ali alguém
Mandado por Deus Pai ao mundo imundo

Porém a Virgem, desde Gabriel
Sabia ao pormenor todo o papel
E toda por cumpri-lo se compraz

A mãe é sempre mãe a toda a hora
Bendita seja, pois, Nossa Senhora
Na companhia do Jesus Rapaz

:: ::
«Poetando», Manuel Leal Freire

Deixar uma resposta