Dois presos por morte de camionista dos Fóios

Freguesia dos Fóios - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

A Guardia Civil deteve duas pessoas suspeitas da morte por espancamento em Abril deste ano de um camionista português, natural dos Fóios (Sabugal), na plataforma logística de Saragoça, em Espanha.

A Guardia Civil de Saragoça deteve dois jovens espanhóis como autores materiais do homicídio do camionista raiano.
A investigação conduziu as autoridades espanholas a dois homens residentes nas imediações de Saragoça, ambos com antecedentes criminais. Para além das detenções a Guardia Civil realizou buscas com o fim de encontrar o dinheiro roubado, assim como os objectos contundentes com que provocaram a morte ao camionista.
A análise às imagens das câmaras instaladas na plataforma logística de Saragoça foram cruciais, assim como o testemunho do camionista português sobrevivente ao espancamento, que na altura acompanhava a vítima mortal.
José Manuel Fernandes, de 44 anos, natural dos Fóios (Sabugal), regressava no passado dia 12 de Abril ao seu camião, após ter ganho cinco mil euros num casino, em Saragoça, acompanhado por outro camionista português, quando foi atacado à pancada. As agressões provocaram-lhe a morte, ficado o outro gravemente ferido.
Segundo apurou a Guardia Civil, o motorista celebrou no casino o facto de ter sido premiado no jogo, pagando bebidas a outros jogadores, o que terá alertado os agressores, que decidiram assaltá-lo para se apropriarem do dinheiro.
A morte de José Fernandes, conhecido por Nei do Felismino nos Fóios, causou enorme consternação aos conterrâneos, que em Abril receberam com frieza a notícia do assassínio.
plb

Deixar uma resposta