«100 Fugas» visitam Mosteiro de Odivelas

Confraria Bucho Raiano - Capeia Arraiana (orelha)

A Marmelada de Odivelas e o Bucho Raiano do Sabugal vestiram-se a rigor e «deram-se a provar» durante a visita do clube cultural «100 Fugas» ao Mosteiro de Odivelas. Para conduzir a viagem histórica, desde D. Dinis até às meninas do Instituto de Odivelas, os visitantes tiveram o privilégio de ser guiados pela doutora Maria Máxima Vaz.

Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana

Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana
Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana Visita 100Fugas ao Mosteiro de Odivelas - Confraria da Marmelada - Confraria do Bucho Raiano Sabugal - Capeia Arraiana

(Clique nas imagens para ampliar.)

Os associados do «100 Fugas», grupo cultural com 15 anos de existência que faz em média oito passeios por ano, visitaram na manhã de sábado, 18 de Janeiro, o Mosteiro de Odivelas.
Na viagem histórica conduzida pela sabugalense Maria Máxima Vaz, historiadora especialista em D. Dinis e no Mosteiro de São Dinis, os mais de 70 participantes percorreram a cozinha das freiras, os claustros, a sala do tecto bonito e a igreja onde está sepultado El’Rei D. Dinis. Após passarem pelo claustro da Moura os visitantes tinham à sua espera no antigo refeitório das freiras – também conhecido pela sala do tecto bonito – cubos de marmelada oferecidos em bandejas por confrades da Confraria da Marmelada de Odivelas. Confeccionada de acordo com a receita conventual, apresentou-se com um amarelo vivo, húmida e saborosa. «Divinal!» como exclamam na entronização os novos confrades da proeminente confraria odivelense.
À hora do almoço – com os participantes já sentados no restaurante – a Confraria do Bucho Raiano do Sabugal deu a conhecer «sua excelência» colocando pratinhos com bucho para prova em todas as mesas. Os buchos chegados de véspera do Sabugal apresentaram-se bem curados, com atractiva cor de pimentón, cheiro apelativo e recheados como manda a tradição.
Para a maior parte dos convivas dos «100 Fugas» foi o primeiro contacto visual e de paladar com o mais emblemático dos produtos gastronómicos dos territórios raianos da Beira Alta e, em especial, das terras sabugalenses. Havia, no entanto, especialistas na sala: a prioresa Ana e o guarda-do-cofre Carlos Monteiro (confrades da Marmelada), o casal Francisco Vaz (de Alfaiates), o casal Augusta e Brás Mendes com o pai José Neto (de Vale de Espinho) e os casais lisboetas Fátima e Filipe Ribeiro e Fátima e Mário Cardoso, que se têm deslocado ano após ano ao Sabugal em tempo de Capítulo da Confraria.
Nos discursos finais a direcção dos «100 Fugas» elogiou a Marmelada e o Bucho e de forma muito intensa e agradecida a disponibilidade e os conhecimentos partilhados pela «guia» Maria Máxima Vaz.
As despedidas com um «até breve» deixaram em aberto a possibilidade de uma visita dos «100 Fugas» para conhecerem os castelos do Sabugal e degustarem na origem o famoso embaixador da gastronomia sabugalense: o bucho raiano.
:: ::
Com amizade aqui deixamos o nosso agradecimento aos «100 Fugas» pelo convite para a presença do Bucho Raiano na visita cultural e o nosso reconhecimento ao organizador invisível e incansável, Brás Mendes, que dedicou muitas horas à preparação de todos os pormenores da visita.
:: ::
jcl (com fotos de Brás Mendes e Luís Lopes)

One Response to «100 Fugas» visitam Mosteiro de Odivelas

  1. Maria de Fatima Pires Ventura diz:

    Tudo impecável como sempre. O 100 Fugas tem-nos ao longo destes anos dado oportunidades inesqueciveis.Nesta visita um obrigada especial às duas confrarias e à fabulosa guia Dr. Máxima.

Deixar uma resposta