Comédia com «Os improváveis» no TMG

TMG - Teatro Municipal da Guarda - © Capeia Arraiana

O Teatro Municipal da Guarda (TMG) apresenta no próximo dia 2 de Novembro, sábado, o espectáculo de humor e improviso “Os improváveis”. Um espectáculo hilariante onde tudo pode acontecer: não há guiões nem cenas pré-ensaiadas, o conteúdo é totalmente original e improvisado, criado com genialidade em tempo real. O público participa ao longo de todo o espectáculo de forma activa, dando sugestões de locais, personagens, profissões e situações para os actores improvisarem. O público pede e eles fazem. Cada espectáculo é único e irrepetível!

«Os Improváveis» no TMG

«Os Improváveis» no TMG

A Associação Cultural Mundo Improviso criou o espectáculo “Os Improváveis” em 2008. O grupo é composto por actores de Teatro com especialização em Improviso adquirida em Chicago, que se mantêm em constante pesquisa e formação nessa área. Conta já com mais de 150 representações e 15.000 espectadores em 4 anos. O grupo faz digressões e intercâmbios regulares, tendo já actuado com os brasileiros Barbixas em Lisboa, participado no Chicago Improv Festival (EUA) e no Festlip Rio de Janeiro (Brasil), sempre trocando experiências com outros ilustres improvisadores internacionais. Para além disso dão formação para actores e para empresas.
“Os improváveis” são os actores Marta Borges, Pedro Borges e Telmo Ramalho. O humorista de stand up comedy Ricardo Vilão é o artista convidado neste espectáculo do TMG.
Os improváveis sobem ao palco do Pequeno Auditório às 21h30.

A Charanga chega ao Café Concerto
‘A Charanga’ é o próximo projecto que o TMG apresenta no Café Concerto no âmbito do Outonalidades: Circuito Português de Música ao Vivo. O grupo actua a 31 de Outubro, às 22h00. A entrada é livre.
A Charanga é Francisco Gedeão, Alberto Baltazar e Quim Ezequiel. Conheceram-se no 14º Festival de Grupos Folclóricos de Freixo-de-Espada-à-Cinta. Alberto tinha conseguido uma extraordinária máquina moderna de fazer música e viu em Francisco um companheiro com quem partilhar o segredo. Quando experimentavam o objecto avançado, Quim passava pelas redondezas, com sua Gaita-de-Foles, e, incontrolavelmente atraído pelos sons da máquina, deu consigo numa cave escura, longe de olhares críticos, com dois estranhos hipnotizados pelo processo criativo. Desde então tocam juntos, “evangelizando o povo com a sua mensagem transtemporal”.

Estreia “A viagem das três gotinhas de água”
Entre 1 e 8 de Novembro, o TMG apresenta a oficina/ acontecimento teatral “A viagem das três gotinhas de água”. Trata-se de uma produção própria do teatro e de uma estreia que tem como criadores/intérpretes Élia Fernandes e Victor Afonso e como destinatárias as crianças dos jardins-de-infância e das escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho da Guarda. Pelo TMG deverão passar 330 crianças divididas por duas sessões diárias (às 10h00 e às 14h30).
De uma forma lúdica e pedagógica, esta oficina sensibiliza os mais novos para a importância da preservação da água e as consequências da poluição, contando a história de três gotinhas de água que fazem uma viagem especial na qual encontram outras personagens responsáveis pelas mudanças dos estados da água e do ciclo da água.
“A Viagem das Três Gotinhas de Água” é uma actividade inspirada no livro homónimo de Lúcia Vaz Pedro.
Esta iniciativa é organizada pelo TMG em parceria com os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento – SMAS da Guarda.

“Maquiavel” por António Bento
A 1 de Novembro, sexta, o TMG apresenta no Café Concerto a tertúlia literária Café Desconcerto intitulada “Os fantasmas de Maquiavel: segredos do poder e o poder dos segredos” por António Bento. A conversa está marcada para as 22h00 e a entrada é livre.
António Bento, nasceu e estudou na Guarda. Actualmente é professor e membro do Instituto de Filosofia Prática e do Centro de Estudos Judaicos da UBI. Investigador nas áreas da Filosofia, Teoria e Comunicação Políticas, bem como em Estudos Judaicos, tem vários livros publicados, os últimos dos quais: “Razão de Estado e Democracia”, “Maquiavel e o Maquiavelismo” e “O príncipe, o conselho de Estado e o conselheiro na tratadística política do barroco”.
Recordamos que a tertúlia literária Café Desconcerto é uma actividade que o TMG iniciou em 2011 e que já trouxe ao Café Concerto os escritores Manuel Maria Carrilho, Jacinto Lucas Pires, Francisco José Viegas, Gonçalo M. Tavares, Rui Cardoso Martins, Pedro Mexia, João Tordo, valter hugo mãe e Manuel Poppe, entre outros.
O objectivo do Café Desconcerto e colocar os escritores e a literatura numa conversa de café, acessível e descontraída.

Exposição de António Supico
“Gentes da Beira” de António Supico é a exposição de fotografia que estará patente no Café Concerto entre 5 e 24 de Novembro.
As obras que se apresentam no Café Concerto sugerem uma viagem ao quotidiano das “Gentes da Beira”, «facilmente esquecida e que o olhar apressado e fugidio dos Homens do século XXI, muitas vezes não permite ver». “Gentes da Beira” esteve patente na galeria do Parlamento Europeu, em Bruxelas, em 2012.
O autor é originário do Fundão e as fotos apresentadas foram captadas na região da Cova da Beira.
A exposição tem entrada livre e pode ser visitada no horário de funcionamento do Café Concerto. De Terça a Sábado das 15h às 19h e das 21h à 1h e aos Domingos entre as 14h e as 19h.

Para mais informações, contactar:
Gabinete de Comunicação e Imagem
Culturguarda E.M. / Teatro Municipal da Guarda
Rua Batalha Reis, 12, 6300-668, GUARDA, PORTUGAL
Tel. 00351 271 205 240 • Fax. 00351 271 205 248
gci@tmg.com.pt
www.tmg.com.pt
Susana Adaixo (TMG)

Deixar uma resposta