Eleições nos Bombeiros Voluntários do Soito

Bombeiros - © Capeia Arraiana (orelha)

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Soito (AHBVS) elegeu novos corpos sociais para o triénio 2013/2015. A médica Delfina Domingues Vilardell é a nova presidente da Direcção.

De acordo com o n.º 1 do artigo 59.º (Processo Eleitoral) dos Estatutos da AHBVS «os titulares da Mesa da Assembleia Geral, da Direção e do Conselho Fiscal são eleitos, em Assembleia Geral eleitoral, por votação secreta, tendo cada associado direito a um voto».
Nos mesmos Estatutos, o n.º 1 do artigo 60.º (Das Eleições) cita «A Assembleia Geral Eleitoral será convocada para esse fim, no mês de Dezembro do ano em que terminar o mandato dos titulares dos Órgãos Sociais cessantes».
Assim, na reunião da Assembleia Geral do passado dia 8 de Dezembro, foi apresentada uma só lista candidata à eleição dos corpos gerentes.
Nestas listas «as candidaturas para eleições para os Órgãos Sociais serão feitas em lista ou listas separadas, para a Mesa da Assembleia Geral, para a Direção e para o Conselho Fiscal, respetivamente, compostas por associados efetivos, no pleno uso e exercício dos seus direitos sociais, nas quais se especificarão a identificação completa dos candidatos e a indicação do órgão e cargo para que são propostos», segundo o n.º 2 do artigo 59.º (Processo Eleitoral) dos Estatutos da AHBVS. Ainda no mesmo artigo mas o n.º 4 refere «As listas serão subscritas por um número mínimo de vinte e cinco associados efetivos ou ativos».
Cumprindo todas estas condições, a Assembleia decidiu aceitar a lista única e depois de submetida a votação mereceu, por escrutínio secreto, 46 votos a favor, 2 votos nulos e 5 votos brancos.
Perante este resultado, os novos corpos gerentes da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Soito são constituídos por:

Assembleia Geral: Presidente, Rui Meirinho Monteiro; vice-presidente, José Orlando Lousa do Carmo Roque; e secretário, Luis Miguel Robalo Carrilho Martins.
Direcção: Presidente, Delfina Domingues Vilardell; vice-presidente, Gracelinda Fernanda Correia Pinto Monteiro; vice-presidente, Estela d´Ascensão Alves Fogeiro; 1.ª tesoureira, Adélia da Ascenção Vinhas Lopes; 2.ª tesoureira, Alexandrina Lavrador Palinhos; 1.ª secretário, Sofia Manuela da Inês Jorge; 2.ª secretário, José António Mendes Matias; 1.º suplente, Manuel Rito Alves; 2.º suplente, Luciano Serrão Andrade; 3.º suplente, Amadeu Rito Alves; 4.º suplente, José Manuel Alves Gomes.
Conselho Fiscal: presidente, José Manuel Nicolau Rito; secretário, Rui Manuel Nicolau Carrilho; relator, Estela Maria Rito Alves; 1.º suplente, Manuel Adónis Barata; 2.º suplente, Filipe José Oliveira Gomes; 3.º suplente, João Luis Oliveira Dias.
Suplentes: Lúcia Maria Alves Fogeiro, Fausto Carrilho Emídio, Manuel Meirinho Monteiro, Maria Cândida Manso Filipe e Joaquim Domingos Lourenço.

O n.º 2 do artigo 61.º (Do Funcionamento da Assembleia Eleitoral) dos Estatutos da AHBVS também menciona que «…imediatamente após a conclusão da votação, são logo proclamados eleitos os membros da lista mais votada.» Assim sendo, desejamos a todos…
Parabéns e Bom Trabalho!!!
Direcção da A.H.B.V. do Soito

One Response to Eleições nos Bombeiros Voluntários do Soito

  1. Josué Rito diz:

    ELEIÇÕES NOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DO SOITO
    Estrato do texto acima descrito:
    «Nestas listas……compostas por associados efetivos, no pleno uso e exercício dos seus direitos sociais, nas quais se especificarão a identificação completa dos candidatos e a indicação do órgão e cargo para que são propostos», segundo o n.º 2 do artigo 59.º (Processo Eleitoral) dos Estatutos da AHBVS…..….Cumprindo todas estas condições, a Assembleia decidiu aceitar a lista única…….».
    (O ponto 3 do artigo 8º e 1 alínea c) do mesmo artigo, em que diz textualmente, «3. Os Associados Efetivos que tenham sido admitidos há menos de seis meses, não gozam dos direitos referidos no nº.1 deste artigo com exceção dos previstos nas alíneas i) e j).
    c)Eleger e serem eleitos para qualquer cargo social», não foram cumpridos).
    Efetivamente, não é verdade que neste ato eleitoral se cumpriu escrupulosamente os estatutos, este artigo dos estatutos não foi cumprido, foi eleito um elemento e ainda por cima como presidente da direção que não cumpria estes requisitos. Esta é a verdade. Mas como a presidente cessante não queria continuar, por razões pessoais, o presidente da Assembleia geral e a presidente cessantes acharam por bem, e a bem da Associação, não impugnar este ato eleitoral, não deixando de realçar a irregularidade deste ato eleitoral, fazendo questão de dizer na Assembleia geral, o Sr. Presidente da Assembleia geral Dr. António Rito Pereira, que ficaria em ata que ele presidente aceitava a lista como boa, fundamentado no facto de a mesma ser subscrita por 25 sócios, que ficariam assim os garantes da regularidade da mesma lista.
    Há que ver que no prazo de seis meses qualquer sócio pode impugnar as eleições com base na irregularidade. O presidente, com certeza ciente desse facto, defendeu a sua posição daquela forma.

    Desejando sucesso a toda esta direção, no trabalho que têm pela frente, espero que tenham a mesma capacidade de trabalho, dedicação e presença para manter e desenvolver os bens, continuando o projeto, colhendo frutos do trabalho realizado pela anterior presidente Benedita Dias a bem da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Soito.
    Nota: Dª Estela, por diplomacia ficou muito bem ter retificado a assinatura do texto de Estela Fogeiro para Direção da A.H.B. do Soito. Josué R

Deixar uma resposta