Presidenciais 2011 no concelho do Sabugal

Nas eleições 2011 para a Presidência da República, o candidato vencedor Aníbal Cavaco Silva alcançou 42.762 votos (59,98 por cento) no distrito da Guarda e 3.622 votos (63,01 por cento) nas 40 freguesias do concelho do Sabugal.

(Clique nas imagens para ampliar)

CONCELHO DO SABUGAL – FREGUESIA A FREGUESIA
Águas Belas Aldeia da Ponte Aldeia da Ribeira Aldeia S.António Aldeia do Bispo
Aldeia Velha Alfaiates Badamalos Baraçal Bendada
Bismula Casteleiro Cerdeira Fóios Forcalhos
Lageosa da Raia Lomba Malcata Moita Nave
Penalobo Pousafoles Quadrazais Quintas S. B. Rapoula do Côa
Rebolosa Rendo Ruivós Ruvina Sabugal
Santo Estêvão Seixo do Côa Sortelha Soito Vale das Éguas
Vale de Espinho Valongo do Côa Vila Boa Vila do Touro Vilar Maior

(Clique nas imagens para ampliar.)


Fonte: DGAI-Direcção-Geral da Administração Interna.
jcl

5 Responses to Presidenciais 2011 no concelho do Sabugal

  1. M. Silva diz:

    Os eleitores do concelho sabem votar e salvo raras excepções não se deixam manipular.
    Fica bem patente que há uma franja de eleitores que não alinham em partidos e estão disponíveis para o exercício da cidadania.
    É um claro aviso às hostes partidárias que. depois da experiência de Joaquim Ricardo outras poderão surgir no futuro desta vez, mais aperfeiçoadas.
    Um claro aviso para António Robalo!…

  2. CLEMENTE diz:

    Perguntava eu no adro da Igreja da Luz (Lisboa), no final da missa de sábado à Irmã Norvinda ( Bismula ): Irmã, amanhã em qual eu devo votar? respondeu-me assim: olha, eles todos são maus, portanto vota no menos mau de todos os maus…que é assim que eu vou fazer também!

  3. João Duarte diz:

    Cavaco Silva venceu, sobre isso não há dúvidas.
    No entanto há 3 questões que gostaria de fazer sobre isto:

    1- No jornal Público on-line, de hoje, um Banco norte-americano já avisou que Portugal vai precisar de ajuda externa (FMI certamente) e que os juros da dívida irão aumentar. Não houve um candidato que disse, durante a campanha , que se houvesse segunda volta os juros iriam aumentar e que era melhor resolver isto à primeira volta? Pois, não houve um eleito logo à primeira volta? Será que , nem assim, os “mercados” se acalmam?

    2- Fico à espera que o , agora reeleito Presidente, insista na proposta que fez no último dia da campanha, ou seja que havia outra maneira de resolver a diminuição das despesas sem ser por cortes de salários dos funcionários públicos. A proposta apresentada pelo candidato, agora reeleito, era de criar um imposto extraordinário sobre os grandes rendimentos (sobretudo no sector privado). Fico a aguardar…

    3- Não tenho qualquer dúvida que o voto em Francisco Lopes foi um voto ideológico. Quem quis protestar, desta vez, votou em Coelho e mesmo em Nobre.
    Ora, sabendo eu que no Soito o Lopes teve 13 votos e que, desde o 25 de Abril de 1974 apenas a minha família é considerada próxima do PCP (e bem sei o que isso custou, sobretudo nos tempos de “brasa” da Revolução), e sendo essa família , hoje, constituída por apenas 3 pessoas, das quais uma não votou no Lopes, quem serão os outros 11 que votaram no Lopes?

  4. João Manuel:
    “O mistério é a mostarda do espírito”

  5. CLEMENTE diz:

    Sr. Duarte: o voto é secreto!! Cumprimentos.

Deixar uma resposta