A vida e a obra de Che Guevara nos Fóios

Freguesia dos Fóios - Sabugal - Capeia Arraiana (orelha)

Chamo-me José António Leal Duarte e vivo em Foios com a minha mulher e filho. Nasci na Argentina para onde os meus pais emigraram na década de cinquenta. Vivi nesse país até aos doze anos altura em que os meus pais decidiram regressar à terra que os viu nascer: os Fóios.

Che Guevara - Fóios - Capeia Arraiana

Che Guevara – Fóios – Capeia Arraiana

Aqui fiz o 4.º ano de escolaridade e depois a telescola. Mais tarde emigrei para França onde ainda trabalho – sazonalmente – numa exploração de talco, em Ariége.
Costumo dizer que, para além da família, os meus dois grandes amores são os Foios e o Ernesto Che Guevara. Talvez pelo facto de ter nascido na América do Sul me tivesse tornado admirador do Ernesto Che Guevara a ponto de ter baptizado o meu filho com o nome de Ernesto.
Os dotes de humanismo do Che marcaram-me profundamente. Ao longo dos anos fui coleccionando tudo quanto encontrava e podia relacionado com o meu ídolo. Tenho, na verdade, um espólio de que muito me orgulho. Visto que nos Foios possuímos o Centro Cívico, de que também muitos nos orgulhamos, decidi contactar o Presidente da Junta e com o Presidente do Grupo Cultural e Desportivo, no sentido de podermos fazer uma exposição do Che Guevara. A concordância foi total e marcou-se um período de tempo para que a exposição pudesse decorrer.
Vai ser do dia 4 ao dia 17 de Abril. Quem estiver interessado em visitar a referida exposição poderá fazê-lo das 10 às 12,30 e das 14 às 18 horas de qualquer dia da semana.
José António

4 Responses to A vida e a obra de Che Guevara nos Fóios

  1. José António:
    Era de muitos como tu que a Região precisava…

  2. António Emídio diz:

    José António:

    Isso que vais fazer, a exposição sobre Che Guevara, nesta região, neste País, e também nesta Europa, requer uma certa dose de coragem. Para os politicamente correctos, que são a maioria, esse herói que foi Ernesto Che Guevara, não passou de um comunista/terrorista. O único humanismo desses politicamente correctos, é o humanismo de Bush, Reagan, Kissinger, Videla, Menem, videla, e outros que tais.

  3. Narciso Francisco Lourenço diz:

    Sou admirador de Che e como tal, tudo que se trata dele é um grande orgulho.

  4. chirlene diz:

    oi quero receber novidades sobre che guevara

Deixar uma resposta