Concertos Míticos – UHF em Aldeia Velha

A aposta no concerto dos UHF, em Aldeia Velha, mostrou-se a mais acertada. Ainda hoje, os membros da Comissão de Festas referem esse facto.

Joao Aristides DuarteEfectivamente, para além do facto de ter sido um concerto memorável, a todos os títulos, foi o dia em que mais malta nova esteve presente no recinto das Festas de São João Baptista, nessa localidade. Basta referenciar que, no próprio recinto do concerto (dentro do local onde se realiza a capeia) foi colocado um bar, só por duas horas, que vendeu para cima de 2 barris de cerveja, para além dos restantes bares estarem, literalmente, a abarrotar…
O concerto teve lugar na noite do dia 23 de Agosto de 2004.
Na primeira parte actoou o grupo de baile Osíris.
O material de som dos UHF era de origem portuguesa, da marca Furacão. Na época, a empresa Furacão, de Coimbra, era propriedade de uma pessoa com ligações ao concelho de Sabugal. Na realidade, Cláudio Pires, tem raízes em Vale de Espinho.
Logo no ensaio de som, realizado à tarde, deu para ter uma ideia de que o som estava muito bom. Afinal, não é necessário material de marcas estrangeiras para se ter um bom equipamento sonoro.
À noite a comitiva dos UHF rumou ao restaurante Xalmas, em Aldeia do Bispo, para o necessário jantar. O recinto estava repleto, sobretudo de pessoas mais jovens. É natural que pessoas de uma certa idade, até pelo início tardio do concerto (para além da meia-noite) não tenham aguentado muito tempo.
Mas, apesar de essas pessoas mais velhas terem ido embora, o recinto continuou cheio.
Os UHF eram constituídos por António Manuel Ribeiro (voz e guitarras), António Corte Real (guitarras – filho de Ribeiro), Ivan Cristiano (bateria) e Fernando Rodrigues (baixo). Uma formação sólida, já com muitos anos de estrada e das mais estáveis da banda.
António Manuel Ribeiro apresentou-se com camisa branca e gravata.
O concerto teve início com «Quando (Dentro de Ti)», a que se seguiu um desfilar dos grandes êxitos da banda de Almada, tais como «Rua do Carmo», «Nove Anos», «Sarajevo» e «Menina Estás à Janela».
Pelo meio ainda foi interpretado o tema «Sou Benfica», com António Manuel Ribeiro a referir que esse tema não era contra ninguém, uma vez que há fanáticos da bola capazes de tudo. Eu que nem ligo «bóia» à bola, lembro-me de ter comprado o CD que contém esse tema e o vendedor me ter perguntado se eu era desse clube, ao que eu respondi que eu era, sim, dos UHF.
UHF em Aldeia VelhaJá perto do final, os UHF interpretaram o tema «Matas-me Com o Teu Olhar», um tema inédito que, surgiria passado algum tempo no álbum «Há Rock No Cais» e se tornaria um grande sucesso.
«Na Tua Cama», «Modelo Fotográfico» e «Rapaz Caleidoscópio» foram outros temas interpretados pelos UHF, sempre muito aplaudidos pelo público.
Com mais de uma hora e meia de concerto, os UHF saíram do palco, regressando para um encore, onde não faltou «Cavalos de Corrida», como é mais que evidente.
O público não puxou mais pela banda e esta não regressou ao palco para um segundo encore. Os UHF chegam a realizar concertos com a duração de duas horas e meia, em noites em que público continua a pedir mais música. Quem quis continuar teve direito a ouvir os Osíris tocar música Rock até às 5 da manhã. Noite memorável…
Este foi um dos melhores concertos dos UHF a que assisti, e já lá vão perto de uma dezena. Nas fotos podem ver-se um momento do concerto dos UHF e o autor desta crónica com três membros da banda, no restaurante Xalmas, em Aldeia do Bispo.
«Música, Músicas…», opinião de João Aristides Duarte

akapunkrural@gmail.com

3 Responses to Concertos Míticos – UHF em Aldeia Velha

  1. Ars diz:

    Professor…
    Mesmo assim viva o Soito!

  2. João Duarte diz:

    Mas quem é que disse o contrário!

  3. João Duarte diz:

    Este ano os UHF vão voltar a Aldeia Velha, na noite de 21 de Agosto.

Deixar uma resposta