Jantar com apoiantes do candidato Joaquim Ricardo

Decorreu ontem, terça-feira, no Restaurante Trutalcôa, em Quadrazais, um jantar com apoiantes da candidatura de Joaquim Ricardo e que contou com a presença de alguns presidentes de Juntas de Freguesia do concelho do Sabugal.

TrutalCôaApoiantes da candidatura de Joaquim Ricardo sentaram-se à mesa no restaurante do Tó das Trutas esta terça-feira, 23 de Setembro, para debater o actual momento político com alguns presidentes de Junta de Freguesia do concelho do Sabugal.
Estamos, também, em condições de afirmar que o presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Manuel Rito, «passou» pelo restaurante enquanto decorria o jantar que tinha em cima da mesa a disponibilidade de Joaquim Ricardo para encabeçar uma lista apoiada pelos sociais-democratas.
Setembro e Outubro são os meses das grandes decisões.
Joaquim Ricardo deu a conhecer publicamente no Capeia Arraiana a sua disponibilidade para encabeçar uma lista à Câmara Municipal do Sabugal. A sua candidatura alterou as regras do jogo e veio obrigar à definição de posições por parte dos mais variados intervenientes políticos.
O Partido Socialista ratificou, recentemente, por votação dos militantes o nome de António Dionísio como candidato oficial.
O Partido Social Democrata ainda não anunciou oficialmente o seu eleito. O silêncio «laranja» tem sido estrategicamente gerido por Manuel Corte, presidente da Comissão Política Concelhia dos sociais-democratas do Sabugal.
O Capeia Arraiana soube de fonte segura que o Presidente da Distrital da Guarda, Álvaro Amaro, esteve reunido no Sabugal, com altos responsáveis políticos e autárquicos no sentido de concertar estratégias e decidir o nome do candidato laranja.
O actual presidente do município sabugalense, Manuel Rito Alves, tem uma palavra a dizer em todo o processo até porque as orientações da presidente do partido, Manuela Ferreira Leite, vão no sentido de convidar todos os actuais presidentes sociais-democratas a recandidatarem-se. Convite que Manuel Rito declinou por motivos pessoais.
O cenário laranja para as próximas eleições autárquicas resume-se agora a duas (de três) possibilidades: ou na contagem das nove «espingardas» na reunião da Comissão Política do PSD surge o nome de um candidato «interno» que reúna a maioria dos votos ou, então, poderão ter que aceitar a disponibilidade de Joaquim Ricardo para encabeçar uma lista social-democrata.
Mas em política nada é definitivo. E se não houver entendimento estamos em crer que Manuel Rito Alves poderá, apesar dos problemas pessoais, dar um murro na mesa e equacionar uma recandidatura ao cargo de presidente da Câmara Municipal do Sabugal.
jcl

Deixar uma resposta