Casa do Procurador assaltada em Porto de Ovelha

Onda de criminalidade chega a casa de Fernando Pinto Monteiro, Procurador-Geral da República (PGR) em Porto de Ovelha, a sua terra natal. Os larápios aproveitaram a ausência da maioria dos habitantes da aldeia que estavam numa festa na freguesia vizinha para entrar em várias casas. (Actualização.)

Porto de OvelhaNem a casa de Fernando Pinto Monteiro consegue escapar à onda de assaltos.
Segundo a «SIC Notícias» a moradia do PGR não foi a única a ser roubada na pacata aldeia de Porto de Ovelha no distrito da Guarda.
A GNR não descobriu ainda como é que os assaltantes entraram em casa de Fernando Pinto Monteiro porque não são visíveis quaisquer sinais de arrombamento.
A estação televisiva de Carnaxide está a avançar que apenas se sabe que no interior da casa de férias da família Pinto Monteiro as gavetas foram remexidas mas não se dá pela falta de nada. Uma outra casa situada na mesma rua foi, igualmente alvo de furto.
Na pacata aldeia beirã de Porto de Ovelha não se fala noutra coisa e a população maioritariamente idosa mostra-se muito assustada com estes assaltos. Os assaltos aproveitaram o facto de a aldeia estar quase vazia porque os habitantes participavam numa festa popular na freguesia de Malhada Sorda.
jcl

Deixar uma resposta